Tanto que nos últimos dois anos, os preços dos contêineres reciclados simplesmente duplicaram: de R$ 3 mil para R$ 6 mil. Sim, porque as grandes caixas são as mesmas que por dez, 15 anos transportaram de medicamentos a televisores, de roupas a carros, pelos mares, e, na hora da aposentadoria, encontram nova utilidade, ainda mais longa — especialistas estimam que as casas-contêineres podem durar até 90 anos. A arquiteta Lívia Ferraro, de Florianópolis, começou a estudar o assunto na universidade. Seu primeiro projeto de casa-contêiner foi o de conclusão do curso, em 2009. Daí, descobriu o mercado e abriu uma empresa. Desde então, já construiu, com o sócio Lair Schweig, dez casas com os módulos, sem deixar de lado a inovação arquitetônica. Como a do terreno com vista para o mar, em Florianópolis, que ganhou fachadas de vidro e madeira de reflorestamento, além de deck de acesso preso por cabos de aço.

Está prevista para este sábado a chegada dos três contêineres que vão abrigar os policiais durante 60 dias, até a construção do prédio definitivo.
Além desse "quartel", a UPP terá seis subsedes. Segundo o comandante da nova unidade, capitão Bruno Amaral, o efetivo de 382 PMs será supervisionado por seis oficiais que ficarão baseados em contêineres colocados em outros dois pontos do Borel - Praça da Bíblia e Laje das Kombis - e nos morros da Cruz, Formiga, Casa Branca e Catrambi.

 

Todos os Direitos reservados para: Allcontainer ©